xozumbido

 

Idealizada pela Dra. Tanit Ganz Sanchez em 2006, a Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido – apelidada de Novembro Laranja – tornou-se 100% digital há dois anos.

Ela divulga informações úteis sobre zumbido durante todo o mês de novembro, período que inclui o Dia Nacional de Conscientização do Zumbido (11 de novembro). Este ano, o Novembro Laranja divulgará também a Misofonia, um tipo crescente de intolerância a sons baixos e repetitivos, que pode estar associada ao zumbido. O dia 12 de novembro será marcado como o Dia de Conscientização da Misofonia.

A Campanha engloba mais ações este ano: 1) postagem de vídeos feitos por ORLs e fonos com dicas práticas para quem sofre com isso; 2) Lançamento do “Curso online “O Abc…z do Zumbido”, para otimizar as consultas entre pacientes e profissionais da saúde; 3) Curso presencial “Zumbido, Hiperacusia e Misofonia”, para profissionais (Rio de Janeiro, 18, e Divinópolis, 25); 4) depoimentos da pesquisa “Casos de Cura do Zumbido”, que relatam a experiência de ex-pacientes que se livraram do sintoma.

Todos podem participar do Novembro Laranja. Os canais de comunicação do Instituto Ganz Sanchez ( www.facebook.com/InstitutoGanzSanchez/ , @zumbidonoouvido, www.tvzumbido.com.br e www.youtube.com/user/tvzumbido) disponibilizarão um kit virtual para quem quer fazer ações locais, contendo folhetos sobre Zumbido e Misofonia e placas criativas para fotos (Ex: Xô Zumbido!) que podem ser baixados aqui.

Para a Dra. Tanit Ganz Sanchez, uma década de Novembro Laranja contribuiu para aumentar a conscientização no País: «Percebo nitidamente, em nossos cursos, que os médicos se sentem pressionados pela população que chega até eles mais bem informada do que antes. Muitos contam que não sabem o que fazer com tantos pacientes pedindo ajuda. Para mim, isso é um reflexo de todas as nossas ações.»

A otorrinolaringologista milita há 23 anos para que os médicos se motivem a tratar seus pacientes com zumbido. Em maio, durante o XII International Tinnitus Seminar, ela apresentou os primeiros 50 casos de cura do zumbido, obtidos de vários profissionais. De acordo com a Dra. Tanit, os casos mais comuns atendidos são jovens que gostam de baladas ou tocam em bandas, pessoas de qualquer idade “viciadas” em doces – que não sabem que isso pode causar ou piorar zumbido – e executivos muito estressados por cargos de responsabilidade.

Fonte: http://www.audiology-infos.br.com/

Responda