AMIB: RECOMENDAÇÕES AOS FONOAUDIÓLOGOS DE UTIS E HOSPITAIS

O Departamento de Fonoaudiologia da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) publicou parecer referente à prevenção ao coronavírus no atendimento pelo Fonoaudiólogo na terapia intensiva e no ambiente hospitalar, reforçando que o Fonoaudiólogo é um dos profissionais que integra a equipe multiprofissional na terapia intensiva com o objetivo de realizar triagem, avaliação, habilitação ou reabilitação da motricidade orofacial (MO), deglutição e comunicação.

Em um cenário de contágio comunitário, “aos Fonoaudiólogos, sugere-se um profissional exclusivo para o atendimento aos pacientes com suspeita ou infectados pelo COVID-19 dentro de cada unidade, de acordo com a estrutura organizacional no qual está inserido e com a quantidade de profissionais disponíveis”. Acesse o parecer: clique aqui

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp