CFFa solicita, ao Ministério da Saúde, a inclusão dos profissionais da Fonoaudiologia no Plano de Imunização contra a Covid-19

O CFFa encaminhou, no dia 21 de janeiro, um ofício ao Ministério da Saúde solicitando que os profissionais Fonoaudiólogos sejam incluídos nos calendários de vacinação dos estados e municípios.

No documento, a autarquia máxima da Fonoaudiologia no país reforça o papel do Fonoaudiólogo na linha de frente no enfrentamento à doença e na assistência em saúde das pessoas acometidas pela Covid-19, citando que o atendimento do paciente hospitalizado portador da doença consta em diversas publicações e normas do Conselho Federal de Fonoaudiologia e pareceres de entidades científicas como a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), representada pelo Departamento de Fonoaudiologia.

Os Fonoaudiólogos, dentre outras ações, podem gerenciar os transtornos da deglutição prévios de pacientes portadores de Covid-19, avaliar a biomecânica da deglutição após extubação orotraqueal prolongada, acompanhar o período pós extubação orotraqueal e manejar pacientes traqueostomizados, orientando a melhor estratégia quanto à reabilitação e a reintrodução da alimentação oral e, assim, possibilitar a alta hospitalar precoce e segura.

Porém, em determinados estados e municípios, os Fonoaudiólogos não estão sendo inseridos no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19. A razão do envio do ofício é demandar que seja garantida a vacinação de todos os Fonoaudiólogos e demais trabalhadores da saúde que atuam em nos diversos espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais.

Leia o ofício na íntegra: clique aqui

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp