O Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço é celebrado no dia 27 de julho. A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) promove durante todo o mês de julho atividades de prevenção sobre este tipo de câncer. Em apoio à campanha da SBCCP, sociedades científicas e conselhos profissionais chamam a atenção de toda a população para a importância desses cuidados e a urgência de implementação de políticas públicas por parte das autoridades de saúde.

Os tumores de cabeça e pescoço são uma denominação genérica do câncer que se localiza em estruturas como boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe (onde é formada a voz), esôfago, tireoide e seios paranasais. O diagnóstico precoce e o rápido início do tratamento são fundamentais para a cura, enquanto o diagnóstico tardio, que ocorre em cerca de 60% dos casos, pode dificultar o tratamento e deixar sequelas no paciente.

O câncer de cabeça e pescoço provoca alterações fonoaudiológicas com impacto na deglutição, voz, articulação e mastigação. As possibilidades de preservar a fala, a voz, a mastigação e o mecanismo de deglutição devem ser consideradas pela equipe interdisciplinar, sendo o Fonoaudiólogo o profissional responsável pela reabilitação dessas funções.

A atuação fonoaudiológica acontece em dois momentos distintos do tratamento: no pré-operatório, fornecendo informações sobre as dificuldades de fala, voz e alimentação que podem decorrer do tratamento; e sobre o processo de reabilitação fonoaudiológica propriamente dito. O segundo momento ocorre no pós-operatório, chamando a atenção para os aspectos que são provisórios ou definitivos, considerando as condições da motricidade orofacial, voz e deglutição; avaliação do padrão articulatório; tipo de voz, se presente; condições respiratórias; presença de sonda, de traqueostomia provisória ou definitiva.

Em prol dessa ação, a proposta é utilizar a cor verde e a hashtag #julhoverde para disseminar a informação sobre o tema e atingir o maior número possível de pessoas, com ações na internet, redes sociais e nas ruas.

Responda